Grupos de pesquisa e laboratórios

A Recria se articula a partir da atuação de laboratórios e grupos de pesquisa distribuídos pelo país, e também internacionais, que acolhem e realizam investigações diretamente relacionadas às interseções entre infância, adolescência e comunicação, com o olhar para a realidade brasileira. A entidade acolhe ainda pesquisadores colaboradores, que trabalham com a temática. Os GPs e laboratórios que estruturam a rede são:

Centro Interdisciplinar de Ciências Sociais (CICS.NOVA) – Portugal  

O CICS.NOVA tem como missão o desenvolvimento da investigação científica em ciências sociais, com especial foco na sociologia e na geografia, a promoção do pensamento crítico e a integração do conhecimento gerado nas comunidades em que está inserido, a nível nacional e internacional. De acordo com estes princípios, o CICS.NOVA atribui um papel particularmente relevante tanto ao ensino e à formação avançada, como à cocriação e à transferência de conhecimento em articulação com decisores políticos, empresas e outras organizações da sociedade civil. O CICS.NOVA fomenta ainda a disseminação e a comunicação de ciência e conhecimento, por intermédio de uma forte presença na comunidade científica e no espaço público. Estes eixos de atividade são orientados pelo estudo interdisciplinar dos sistemas territoriais e do comportamento humano, as particularidades do funcionamento das instituições e as suas relações com os contextos espacial e social envolventes.

Página do grupo: https://www.cics.nova.fcsh.unl.pt/


Criança na mídia: Núcleo de Estudos em Comunicação, Educação e Cultura  

O Núcleo de Estudos Criança na Mídia tem como proposta compartilhar discussões sobre o espaço que a criança tem ocupado nos mais variados artefatos midiáticos, como nos campos do jornalismo, publicidade e entretenimento. Esta estreita relação mídia e criança tem desafiado a sociedade, mobilizando profissionais e pesquisadores/as de diferentes áreas. Pensando nessas e em outras questões é que nasce este núcleo de estudos na Universidade Feevale, tendo com o objetivo promover a reflexão a respeito do novo cenário que surge, para que tenhamos uma comunicação responsável com a criança. É um grupo interdisciplinar que busca ampliar o debate sobre o impacto da mídia na constituição da identidade infantil contemporânea.

Página do grupo: https://criancanamidia.com.br

Página do grupo no diretório do CNPq: http://dgp.cnpq.br/dgp/espelhogrupo/7577839048521088


Epistemologia do diálogo social: Grupo de Pesquisa e Laboratório das Narrativas da Contemporaneidade

Na Escola de Comunicações e Artes da Universidade de São Paulo (ECA-USP), Cremilda Medina é orientadora na pós-graduação no âmbito do Programa em Ciências da Comunicação (PPGCOM) e do Programa de Integração da América Latina (Prolam). Desde 1986 até hoje, a jornalista e professora junta-se a estudantes de graduação e pós-graduação para desenvolver pesquisas em torno do Diálogo Social. Dessa forma, o grupo de pesquisa Epistemologia do Diálogo Social é proveniente desses encontros e dedica-se à reflexão e à prática da dialogia nas sociedades democráticas contemporâneas. Principalmente, em relação ao papel do mediador-autor, aquele que colhe e articula os sentidos coletivos, que se reporta aos acontecimentos do presente. Ao acompanhar as capacidades éticas, técnicas e estéticas dos mediadores-autores (comunicadores sociais, cientistas e educadores), as pesquisas lideradas por Cremilda Medina, há cinco décadas, com uma perspectiva inter e transdisciplinar, atravessam a profissionalização e os rumos do Jornalismo; os desafios paradigmáticos da relação Ciência e Sociedade; e a prática das narrativas da contemporaneidade, como Medina denomina a reportagem.

Página do grupo: https://epistemologiadodialogosocial.wordpress.com

Página do grupo no diretório do CNPq: dgp.cnpq.br/dgp/espelhogrupo/8986857171058555


Ética na Sociedade de Consumo (ESC)

Trata-se de uma vertente de pesquisa que ganhou espaço no GP Ética na Sociedade de Consumo (ESC | UFF) a partir da intensificação de investigações que problematizam questões vinculadas à ética em uma sociedade do consumo infantil. Os projetos individuais e coletivos que integram esta área de atuação no ESC conectam-se pelo objetivo de lançar um olhar a) crítico sobre os vínculos que se estabelecem entre crianças e práticas discursivas do mercado; e b) propositivo, na medida em que dialogam diretamente com alternativas de transformação/resistência circunscritas a uma cultura capitalista. Dentre as possibilidades de articulação entre comunicação e infância vislumbradas (porém de forma alguma esgotadas) para esta vertente de atuação do grupo, preveem-se discussões e produções teórico-metodológicas que tangenciem percepções críticas sobre os discursos das marcas em diálogo com o público infantil; a apropriação/ocupação infantil de espaços como redes sociais digitais; direitos sociais/digitais de crianças; subjetividades e processos de socialização perpassados pela amplificação de uma cultura infantil do consumo; processos de literacia midiática / publicitária; metodologias de pesquisa sobre mídia, infância e consumo; dentre outros.

Página do grupo: https://www.facebook.com/eticanasociedadedeconsumo/

Página do grupo no diretório do CNPq: http://dgp.cnpq.br/dgp/espelhogrupo/5511076745730089 


Laboratório de Pesquisas da Comunicação nas Infâncias (LabGim)

O LabGim – Laboratório de Pesquisas da Comunicação nas Infâncias – é um laboratório de pesquisa científica que tem como objetivo geral promover saberes que estejam coordenados com propostas efetivas de impacto social. Sua missão é melhorar a comunicação nas infâncias a partir da Pesquisa-Ação, a partir do reconhecimento do ponto de vista da criança. Idealizado e coordenado pela Pesquisadora Profª. Drª. Juliana Tonin, do Programa de Pós-Graduação da Escola de Comunicação, Artes e Design Famecos/ PUCRS, LabGim é fomentado pelo Centro Marista de Promoção dos Direitos da Criança do Adolescente e sediado pela Fundação Irmão José Otão. O LabGim atua com crianças que participam das Escolas e Unidades Sociais da Rede Marista, bem como com crianças que fazem parte de outras instituições apoiadas pela Rede. 

Página do grupo: https://www.labgim.com.br/

Página do grupo no diretório do CNPq: http://dgp.cnpq.br/dgp/espelhogrupo/6822551518982389


Laboratório de Pesquisa da Relação Infância, Juventude e Mídia (LabGrim)

O LABGRIM reúne pesquisadores cujos estudos têm tematizado, nos últimos anos, aspectos diversos da relação infância, juventude e comunicação. É seu propósito aprofundar referenciais teórico-metodológicos que permitam compreender os processos comunicativos contemporâneos, especialmente no campo da comunicação midiática, a partir do foco nas crianças e jovens. Nesses mais de 15 anos, o GRIM vem ganhando crescente visibilidade nacional. Nos últimos anos, o GRIM tem sido agraciado com bolsas PIBIC-UFC e bolsas CAPES, nível Mestrado. Em 2012 publicou o livro Qualidade na Programação Infantil da TV Brasil, resultado da pesquisa quanti-qualitativa realizada para o Conselho Curador da EBC. De 2013 a 2015 integrou a Rede Brasil Conectado, em parceria com a UFRGS. Em 2014 e 2015 realizou a pesquisa Publicidade Infantil em Tempos de Convergência em parceria com o Ministério da Justiça. Atualmente realiza a pesquisa Kids Online, em parceria com a UNL.

Página do grupo: https://www.facebook.com/labgrim/

Página do grupo no diretório do CNPq: dgp.cnpq.br/dgp/espelhogrupo/5941359703146793


Núcleo de Pesquisa em Jornalismo (NUPEJOR)

O Núcleo de Pesquisa em Jornalismo (NUPEJOR) reúne pesquisadores que atuam no Programa de Pós-Graduação em Comunicação (PPGCOM/UFRGS), na Graduação em Jornalismo da UFRGS e em outras instituições. É um núcleo integrador de investigações sobre o campo jornalístico, com três linhas de pesquisa: Jornalismo e Discurso, Jornalismo e Estudos de Televisão, Sociologia do Jornalismo. O grupo é espaço de reflexão e interlocução, congregando as pesquisas em desenvolvimento por doutores e seus orientandos (doutorandos, mestrandos e acadêmicos da graduação). Existe desde 2004 e está registrado no diretório dos grupos de pesquisa do CNPq.

Página do grupo no diretório do CNPq: http://dgp.cnpq.br/dgp/espelhogrupo/3970540385148313


Laboratório de Estudos e Observação em Publicidade, Comunicação e Sociedade (OPSlab)

O Opslab – Laboratório de Estudos e Observação em Publicidade, Comunicação e Sociedade foi criado em 2021 com o intuito de desenvolver atividades que articulam ensino, pesquisa e extensão, contribuindo para a produção e compartilhamento de conhecimentos sobre a comunicação enquanto práxis político-pedagógica. Vinculado ao Programa de Pós-Graduação em Comunicação da Universidade Federal de Mato Grosso, reúne estudantes de graduação, mestrandos e pesquisadores interessados na compreensão sobre os diversos aspectos da relação entre sociedade e comunicação, com ênfase na comunicação publicitária. Realiza estudos nas linhas de pesquisa: comunicação, representação e cidadania; infâncias, juventudes e comunicação; literacia publicitária.

Página do grupo: https://www.opslab.com.br/

Página do grupo no diretório do CNPq: http://dgp.cnpq.br/dgp/espelhogrupo/702213


Ponto – Afetos, Gêneros, Narrativas

Este grupo de pesquisa parte do ponto, dos sentidos e do que o fazemos significar para pensar na comunicação a partir de sujeitos que a atravessam e são atravessados e constituídos por ela, seja a partir da mirada práticas jornalísticas, na relação dos afetos com a comunicação, na materialidade das imagens e nos estudos de gênero. A interface dos sujeitos com a comunicação é nosso ponto de partida. Nossos pontos de chegada são a boniteza da procura; podem ser as descobertas.

Página do grupo: https://www.facebook.com/ponto.grupodepesquisa

Página do grupo no diretório do CNPq:  http://dgp.cnpq.br/dgp/espelhogrupo/253923


Publicidade Híbrida e Narrativas de Consumo (PHiNC)

O Grupo de Pesquisa Publicidade Híbrida e Narrativas de Consumo, constituído em 2018, dá continuidade às investigações de seu grupo antecessor – Publicidade nas Novas Mídias e Narrativas de Consumo, descontinuado no mesmo ano. O GP PHiNC busca identificar se as demandas de consumidores contemporâneos, atentos às questões sociais, políticas e ideológicas das marcas, somadas à sua visão cidadã e lógica consumerista, está se refletindo em efeitos sobre a atividade publicitária, tendo em vista que a defesa de causas pode repercutir no capital social e simbólico das marcas, seja a partir de um altruísmo genuíno, seja decorrente de um oportunismo pontual. As pesquisas desenvolvidas pelos integrantes do GP têm sido apresentadas em alguns do principais eventos das áreas de Publicidade e Consumo, tais como Compós, Intercom, Comunicon e Propesq-PP, reafirmando o Programa de Pós-graduação em Comunicação da Universidade Federal de Pernambuco como um espaço profícuo de investigação dessas áreas de conhecimento.

Página do grupo: https://www.instagram.com/gp_phinc/

Página do grupo no diretório do CNPq: http://dgp.cnpq.br/dgp/espelhogrupo/7329416237964380 


Sociedade mediatizada: processos, tecnologia e linguagem 

O grupo de pesquisa Sociedade mediatizada: processos, tecnologia e linguagem, da Pontifícia Universidade Católica de Campinas, tem como principal objetivo pesquisar e analisar aspectos da sociedade contemporânea sob influência e domínio dos suportes e padrões de cultura difundidos nos meios de comunicação, incluindo os modos de interação, produção e consumo possibilitados pelas chamadas tecnologias emergentes. O grupo se insere nas atividades de pesquisa do Programa de Pós-Graduação em Linguagens, Mídia e Arte (PPG-Limiar), da PUC-Campinas.

Página do grupo no diretório do CNPq: http://dgp.cnpq.br/dgp/espelhogrupo/1424629971792092